As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders

As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders
A América do Sul ganhou com a Floresta Amazônica e a Foz do Iguaçú

quinta-feira, setembro 15, 2011

Goiás


debate sobre                     projeto de REFORMA na EDUCAção em goiás , chega a região metropolitana da capital, Goiânia


O Secretário Thiago Peixoto apresentou aos participantes os princípios básicos que envolvem o Projeto de Reforma na Educação em Goiás, e conduziu as discussões
Realizada no auditório do Instituto Educacional Emmanuel, dezenas de diretores de escolas públicas estaduais localizadas na região metropolitana estiveram reunidos na tarde desta quarta-feira, 14, com o secretário da Educação do Estado de Goiás, Thiago Peixoto, que detalhou a eles as diretrizes do projeto que institui a Reforma na Educação em Goiás, o chamado “Pacto Pela Educação”.
“Não trago aqui nada pronto. Estamos realizando o primeiro contato destes gestores com o plano que, com certeza, tem muito a colaborar para a formatação deste projeto. A participação de todos é fundamental”, afirmou o secretário, que também estava acompanhado do subsecretário da região metropolitana, Marcelo Oliveira.


De acordo com Thiago Peixoto, a previsão é realizar audiências públicas em Goiânia logo depois de findada a discussão da reforma educacional no interior, que também contribuirá com sugestões para o “Pacto Pela Educação”. O secretário se referia à "Caravana dos 100 dias", projeto da Secretaria de Estado da Educação que percorrerá as 38 subsecretarias regionais com toda a equipe técnica da Seduc e que tem o intuito de debater todos os cinco principios básicos do projeto que prevê grandes mudanças no ensino público goiano.


No Instituto Emmanuel, o secretário da Educação iniciou sua fala com um diagnóstico preocupante: atualmente 92% dos alunos que concluem o Ensino Médio saem da escola sem o aprendizado adequado em Matemática; enquanto 73% dos estudantes, em Língua Portuguesa. “Minha intenção não é apontar culpados, mas cabe a nós mudarmos essa realidade. Esse é o nosso desafio como líderes e podemos construir algo juntos. Por isso o plano é aberto a sugestões, críticas e opiniões”, explicou Thiago.


Valorização e capacitação dos professores


Ao explicar o primeiro pilar da reforma, "Valorizar e fortalecer o profissional da Educação", Thiago detalhou ações como a criação em Goiânia de uma "Academia de Lideranças" e de um "Centro de Referência em Formação de Professores" que funcionaria no Instituto de Educação de Goiás (IEG), que continuaria a oferecer educação básica aos alunos da rede lá matriculados. “O IEG será um grande laboratório que oferecerá formação contínua aos profissionais da Seduc”, ressaltou Thiago, lembrando que no interior, os professores terão suporte semelhante por meio de grupos de professores formadores que atendam as prioridades de cada subsecretaria.


Um dos maiores desafios do "Pacto Pela Educação", segundo o secretário, é motivar os docentes a estar em sala de aula - lugar que, de acordo com Thiago, é o lugar mais importante de toda a secretaria. “No final do dia, o que mais importa é se o nosso aluno realmente aprendeu", pontuou. Por isso a reforma também trata da adoção de um currículo mínimo para toda a rede pública estadual, respeitando a liberdade e autonomia dos professores.


Thiago debateu ainda com os gestores diversas outras iniciativas que constam no plano da reforma, como o conceito de "aluno de tempo integral", a educação profissionalizante como forma de combate à evasão no Ensino Médio, a criação de uma rede de colaboração entre escolas, o investimento em tecnologia, o suporte que será dado a escolas vulneráveis, a adoção da meritocracia na Educação, a necessidade de fortalecer a relação das unidades de ensino com a comunidade, a desburocratização dentro da Seduc, e mais, a preocupação em corrigir problemas históricos de infraestrutura.
Fonte: Ascom Seduc

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente essa Postagem

Postagens populares

ONU Brasil

Portal IBRE

Governo de Goiás

São Paulo