As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders

As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders
A América do Sul ganhou com a Floresta Amazônica e a Foz do Iguaçú

quarta-feira, novembro 09, 2011

Desenvolvimento Sustentável.

Comitê Brasil em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável. Código Florestal



Só uma emenda foi votada na manhã de hoje, no Senado Federal; todas as outras tiveram análise do mérito postergada para a Comissão do Meio Ambiente.

Dinalva Heloiza

09/11/2011

Com a maioria dos destaques retirados, terminou às 12h15 a sessão conjunta para votação das alterações do Código Florestal nas comissões de Reforma Agrária e Agricultura e Ciência e Tecnologia. Das 20 emendas analisadas, apenas uma foi aprovada pelos senadores - de autoria da senadora Ana Amelia, do PP-RS, sobre regularização ambiental.

O restante das emendas deve ter seu mérito analisado na Comissão do Meio Ambiente do Senado, cujo relator é o senador Jorge Viana, do PT-AC.

Emendas dos senadores Rodrigo Rollemberg, do PSB-DF, e Antônio Carlos Valladares, do PSB-SE, sobre proteção de Área de Preservação Permanente em margem de rio e sobre regularização ambiental, chegaram a ser consideradas incorporadas ao texto. Depois, com a votação contrária de diversos senadores, foram retiradas da pauta, contrariando o próprio parecer favorável do relator Luiz Henrique, do PMDB-RS.

Violência, não. Na abertura da sessão, o senador Eduardo Braga, presidente da CCT, lamentou a violência de ontem, quando seguranças do Senado atacaram um dos manifestantes com uma arma de choque - o próprio Senado divulgou mais tarde nota repudiando o ato e afirmando que irá afastar o policial.

O senador Reditário Cassol, do PP-RO, foi na contramão dos colegas. Achou uma "paiaçada" o que os estudantes fizeram. "Esse estudante nem nunca sequer usou uma enxada, nunca plantou muda de árvore", afirmou.

Comitê Brasil em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente essa Postagem

Postagens populares

ONU Brasil

Portal IBRE

Governo de Goiás

São Paulo