As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders

As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders
A América do Sul ganhou com a Floresta Amazônica e a Foz do Iguaçú

domingo, dezembro 04, 2011

#florestafazadiferença

Ato em 30/11, Reúne 1,5 mil no Planalto; Votação é adiada para 06/12

Dinalva Heloiza

Havia diversidade entre os cerca de 1,5 mil manifestantes reunidos na terça-feira, em frente ao Palácio do Planalto em Brasília. Ambientalistas, crianças, artistas, políticos, universitários, todos faziam um apelo à presidente Dilma. Eles querem que ela cumpra sua promessa de campanha para impedir que o novo Código Florestal possa significar o aumento do desmatamento no País.

Organizada pelo Comitê em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável, a manifestação teve dois momentos. Num primeiro, digamos, ato, integrantes das cerca de 200 organizações que integram o Comitê se reuniram logo cedo em frente ao Senado. Eles empunhavam faixas e protestavam contra o novo código.

Enquanto isso, um grupo de cerca de 600 crianças vestidas de verde chegava em ônibus em frente ao Palácio do Planalto. Elas seguravam uma faixa com os dizeres: “Dilma, salve as nossas florestas e proteja o nosso futuro” e cantaram ao lado de Sandra Peres, da dupla Palavra Cantada. No final da performance, as crianças lançaram seus balões no céu de Brasília.

Nesse momento, os manifestantes do Congresso se uniram às crianças. Com tambores, apitos, faixas, todos tinham o mesmo objetivo: lutar por uma legislação ambiental que proteja as florestas.

Depois do ato, representantes do Comitê entregaram cerca de 1,5 milhão de assinaturas ao ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho. As assinaturas foram recolhidas por meio de abaixo-assinados do Comitê Brasil em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável e da petição online da AVAAZ.

Ao receber os membros do Comitê, o ministro afirmou que “a presidente tem um estilo próprio, que é o de não faltar com a palavra”. Gilberto se referia à promessa de campanha de Dilma, de que vetaria artigos do código que pudessem anistiar desmatadores, reduzir áreas protegidas em propriedades privadas e ampliar o desmatamento.
Marina Silva participou da reunião. Para a ex-ministra, o País avançou em muitos pontos em matéria ambiental e não pode viver esse retrocesso, que é a aprovação de um código pior que o vigente. O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) saiu da reunião com a expectativa de que a presidente não irá aceitar o aumento do desmatamento.

Entre os presentes no ato, também estavam os senadores Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Marinor Brito (PSOL-PA), o ator Victor Fasano e a cantora Vanessa da Mata.

Os membros do Comitê seriam recebidos pelo presidente do Senado, José Sarney, no final da tarde de hoje para a entrega das assinaturas.

Obstrução. O senador Randolfe Rodrigues conseguiu obstruir a votação de um requerimento de urgência que faria com que o código fosse votado na quarta-feira. A votação foi adiada para semana que vem.

Fonte:#florestafazadierença

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente essa Postagem

Postagens populares

ONU Brasil

Portal IBRE

Governo de Goiás

São Paulo

Postagens