As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders

As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders
A América do Sul ganhou com a Floresta Amazônica e a Foz do Iguaçú

terça-feira, dezembro 06, 2011

Prefeitura de Goiânia realiza Seminário de Gestão de Recursos Públicos, com a presença do ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência


Durante o 1° Seminário de Gestão de Recursos Públicos, ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência fala a 2,5 mil pessoas sobre procedimentos, possibilidades e trâmites legais que envolvem a busca de recursos junto ao Governo Federal

Mais de 2,5 mil pessoas participaram neste sábado do 1° Seminário de Gestão de Recursos Públicos, promovido Prefeitura de Goiânia, por meio das Secretarias Extraordinárias de Assuntos Comunitários e de Participação Popular e Cidadania. O evento, que ocorreu no Jóquei Clube de Goiás, localizado no Setor Central, é resultado de parceria entre o movimento comunitário e os poderes municipal e federal. 

O seminário, que teve como foco principal os movimentos comunitários, abordou os procedimentos adequados para obtenção de recursos junto ao Governo Federal. Convidado pela prefeitura, o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, explicou às lideranças comunitárias os procedimentos, as possibilidades, além dos trâmites legais que envolvem o processo de busca de verba junto aos ministérios.

Gilberto, que é membro da equipe da presidenta Dilma Rousseff, ressaltou a importância de unir o poder executivo aos movimentos sociais e organizações sociais e populares. "Venho a Goiânia com a missão de dizer aos movimentos que o desafio principal de uma gestão pública é saber governar democraticamente com a participação forte e efetiva dos movimentos e entidades sociais," diz. O ministro parabenizou ainda a Prefeitura de Goiânia por realizar o seminário.

"Ninguém pode governar sozinho, sem ouvir os movimentos e, principalmente, sem tê-los presentes junto à administração. É uma tarefa da gestão competente repartir com os movimentos a tarefa de governar." Com relação as Organizações Não-Governamentais (ONG's), o ministro acredita que não se pode aceitar a criminalização das ONGs.

"De maneira geral, é astronômica a quantidade de recursos que Poder Público economiza com as ações das ONGs, portanto, não é o desvio de um ou outro que vai fazer com que afastemos da administração pública essas entidades tão importantes e que realizam trabalhos de suma relevância para as comunidades de onde atuam", frisa.    

Trabalho conjunto
O prefeito Paulo Gracia abordou no seminário a importância da mobilização, organização, fortalecimento e participação dos movimentos sociais junto ao Poder Executivo Municipal. Em entrevista aos jornalistas, Paulo comentou a importância da Prefeitura trabalhar em conjunto com as lideranças comunitárias.

"Eles são uma parte extremamente importante da sociedade, ou seja, os movimentos sociais são os que buscam soluções para as demandas das comunidades representadas por cada homem e mulher que aqui veio e nós, do Poder Público, viemos até eles para dizer que essa é uma política de Estado e que é importante que eles façam parte do nosso projeto de governo em prol de uma capital cada vez melhor", declara.

Já com relação com os cuidados que se deve ter com os recursos que são recolhidos para investimentos, o prefeito salientou a preocupação que mantém ao longo do período que está frente do Poder Executivo Municipal. "Nós temos trabalhado muito no sentido de ter muito cuidado com cada centavo do nosso tesouro, por isso que entendemos que faz parte da democracia uma íntima relação entre o Poder Público constituído e os movimentos sociais e comunitários."

Quando questionado sobre a utilização indevida das verbas públicas por parte de ONGs, Paulo ressaltou também que o terceiro setor, de maneira geral, tem importância fundamental no Brasil, principalmente na busca de soluções para o elo mais fraco da cadeia social. "São as ONGs, sejam elas de quem forem, que buscam soluções para a base social e os projetos por elas desencadeados são olhados por nós como projetos de tamanha relevância. Agora, quanto a fiscalização dos recursos, depende de um amadurecimento da democracia e da consolidação dos órgãos fiscalizadores. A presidenta Dilma tem dado mostras que a forma de gerir os recursos públicos e a nossa forma de gerenciá-los também é a mesma."

Paulo disse que a Prefeitura de Goiânia se espelha na forma que a presidenta Dilma governa o Brasil. "Não é pelo motivo que um ou outro fez mal uso de recursos públicos que nós podemos desmerecer o brilhante trabalho que a maioria dessas ONGs realizam no país a fora", afirma.

Dificuldades
O presidente do Conselho Construtivo das Associações de Bairros de Goiânia, Wagner da Silva, disse que tem dificuldades em obter recursos para as associações de bairros da capital. "Hoje estamos tendo a oportunidade de saber como devemos proceder para adquirir tais recursos, afinal, somos nós que estamos no centro das realidades e, se temos mais uma oportunidade de nos aproximarmos da Prefeitura, é sempre positivo."

A líder comunitária do Setor Santo Hilário, Maria de Lourdes, inclusive, parabenizou o prefeito Paulo Garcia. "Somente quem está preocupado com o que estamos passando lá no nosso setor é que se interessa em realizar um seminário com um tema tão importante e traz um representante do governo Federal para nos auxiliar."

Além de lideranças comunitárias, representantes de entidades de classe, presidentes de associações, conselheiros municipais, Gilberto Carvalho e Paulo Garcia; prestigiaram o seminário, o subchefe de Assuntos Federativos da secretária de Relações Institucionais da Presidência da República, Olavo Noleto; as deputadas Federais, Iris de Araújo e Marina Sant’Ánna; os deputados Estaduais, Humberto Aidar, Luiz Carlos Bueno e Karlos Cabral; o prefeito de Anápolis, Antônio Gomide; os vereadores, Iram Saraiva, Denício Trindade, Charles Bento, Santana Gomes, Geovani Antônio, Luiz Teófilo e Eudes Vigor.

Houve também participação dos organizadores do evento, o secretário extraordinário de Assuntos Comunitários, José Nelto; o secretário de Participação Popular e Parcerias, Sérgio de Paula; os assessores especiais do Prefeito, Ivanor Florêncio e Senivaldo Ramos; além de secretários e assessores municipais.



Fonte: Ascom Prefeitura Municipal de Goiânia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente essa Postagem

Postagens populares

ONU Brasil

Portal IBRE

São Paulo

Postagens