As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders

As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders
A América do Sul ganhou com a Floresta Amazônica e a Foz do Iguaçú

terça-feira, fevereiro 28, 2012

Direitos Humanos

Dinalva Heloiza

Angélique Kidjo, cantora e embaixadora da ONU,  pede aos países membros, a proibição da mutilação genital feminina




A cantora e Embaixadora da Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Angélique Kidjo, instou hoje (28/02) todos os Estados-Membros da ONU a proibirem a Mutilação Genital Feminina (MGF), descrevendo essa prática como uma tradição que inferioriza as mulheres e tem foco na destruição da identidade feminina.

“O que eu quero tentar fazer (…) é convencer todas as nações da ONU a assinarem uma resolução para proibir a prática da mutilação genital feminina”, disse a Embaixadora, que nasceu em Benin, na África Ocidental. ”Nós não podemos viver em uma sociedade moderna com a MGF ainda ao redor”, ressaltou Kidjo em entrevista à Rádio ONU.

“Se nós podemos realmente ter sucesso para erradicar completamente a MGF e tentar dar um sentido de vida para as mulheres que já passaram por isso, valeria a pena tentar”, disse a Embaixadora da Boa Vontade. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 140 milhões de garotas e mulheres no mundo vivem com as consequências da MGF. Na África, estima-se que 92 milhões de meninas com 10 anos ou mais sofreram com mutilações, que também é praticada em alguns países do Oriente Médio e Ásia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente essa Postagem

Postagens populares

ONU Brasil

Portal IBRE

São Paulo