As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders

As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders
A América do Sul ganhou com a Floresta Amazônica e a Foz do Iguaçú

terça-feira, fevereiro 28, 2012

Notícias


Brasileiros esperam mais proteção para o Cerrado

© WWF-Brasil / Bento Viana
por Aldem Bourscheit

As chuvas que voltaram ao Centro-Oeste começam a devolver o verde ao Cerrado, apagando as marcas de mais uma temporada de incêndios que, este ano, castigaram especialmente o Distrito Federal e Minas Gerais. Todavia, a precária situação da segunda maior formação vegetal da América do Sul não é mais ignorada pela população.

Pesquisa nacional inédita encomendada pelo WWF-Brasil e realizada pelo Ibope revelou que oito em cada dez brasileiros apóiam a conservação e não querem mais desmatamento sem controle no Cerrado, que ocupa um quarto do território nacional e é reconhecido como a savana mais rica em vida do planeta. 

Foram realizadas 2 mil entrevistas pessoais e individuas com brasileiros a partir de 16 anos, em 141 municípios de todas as regiões. A margem de erro máxima sobre os resultados é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Em apenas cinco décadas, metade da vegetação original do Cerrado foi eliminada e há menos de 3% de sua área efetivamente protegida. Conforme o coordenador do Programa Cerrado Pantanal do WWF-Brasil, Michael Becker, mesmo que seja comum uma grande aversão a desmatamento e outras formas de degradação quando estão em pauta questões ambientais, os resultados da pesquisa demonstram que a alarmante situação do bioma não é mais tolerada pela sociedade. 

“O Cerrado ainda é ignorado pelas políticas oficiais de conservação, todas muito lentas quando o assunto é ampliar sua área protegida e regular o avanço da fronteira agropecuária. O desmatamento ruma para o norte do Cerrado, onde ainda há um pouco de vegetação. Ao mesmo tempo, mesmo iniciativas de cunho mais político como a PEC do Cerrado* seguem entravadas no Congresso”, ressaltou Becker.

O trabalho também apontou que Amazônia, Mata Atlântica, Pantanal e Cerrado são, nessa ordem, as formações naturais mais reconhecidas e consideradas mais importantes pelos brasileiros, frente a características como variedade de animais e plantas, tamanho, necessidade de conservação, capacidade de fornecer água e ar puro e, ainda, quanto a seu potencial econômico. Em seguida, vêm a Caatinga e o Pampa.

Logo, quanto mais um bioma for conhecido e exposto na mídia, por exemplo, maior a percepção pública sobre sua importância e vulnerabilidade. Por isso, Amazônia e Mata Atlântica foram mais lembrados como representativos do Brasil, e também como os mais devastados. 

“Está claro que uma presença mais forte do Cerrado no dia-a-dia dos brasileiros, revelando seus valores, biodiversidade e paisagens distintas, é essencial para que a população possa reconhecer sua importância e apoiar sua conservação”, comentou Becker. 

* Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que reconhece o Cerrado e a Caatinga como “patrimônios nacionais”, assim como já o são a Mata Atlântica, Amazônia, a Serra do Mar, o Pantanal e a Zona Costeira. Nesse sentido, no Senado já foi aprovada a PEC 504/2010, enquanto na Câmara tramita a PEC 115/95, pronta para entrar na pauta do Plenário desde 2006. Com essa medida aprovada, essas formações deveriam ser utilizadas de maneira a assegurar sua preservação e a melhoria da qualidade de vida dos brasileiros.


Fonte: WWF Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente essa Postagem

Postagens populares

ONU Brasil

Portal IBRE

Governo de Goiás

São Paulo