As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders

As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders
A América do Sul ganhou com a Floresta Amazônica e a Foz do Iguaçú

sexta-feira, setembro 11, 2015

Leia o artigo do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, por ocasião dos 70 anos da Carta fundadora da Organização das Nações Unidas.

*Ban Ki-moon



Bem antes de me tornar secretário-geral, as Nações Unidas ocupavam um lugar especial em minha vida. Tinha seis anos quando começou a Guerra da Coreia. Lembro minha cidade em chamas e minha família procurando abrigo nas montanhas próximas. Mas outra lembrança é ainda mais forte: a bandeira da ONU. Fomos salvos da fome por operações humanitárias da ONU; recebemos textos escolares da UNESCO e, quando nos perguntávamos se o mundo se importava com nosso sofrimento, tropas de muitos países sacrificaram suas vidas para restabelecer a paz e a segurança.

terça-feira, setembro 01, 2015

Relatório de Desenvolvimento Humano (RDH) Regional de 2016 traz metodologia participativa inédita para América Latina e Caribe.

O RDH Regional não terá ranking e focará nas políticas públicas de segunda geração.
do *PNUD 



                          Em novo modelo do Relatório, cada país terá a chance de analisar seus  problemas 
                          e melhorar as políticas públicas de acordo com as dificuldades nacionais. Foto World Bank 

Com a ideia de que país desenvolvido é aquele que amplia a liberdade de escolha das pessoas quanto ao rumo de suas vidas, o primeiro RDH lançou, em 1990, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).  “Houve, então, uma mudança de pensamento de que país desenvolvido era país rico para uma ideia central de que desenvolvimento humano é liberdade de escolha”, explica a coordenadora do RDH nacional do PNUD, Andrea Bolzon.

Após 25 anos dessa mudança, e dando sequência a ela, percebeu-se que “o IDH passou a ser um índice agregado não mais sensível a mudanças em múltiplas dimensões”, o que demanda a construção de uma abordagem complementar, afirma o economista sênior do escritório do PNUD para América Latina e Caribe, George Gray.

                                O ECONOMISTA SÊNIOR DO ESCRITÓRIO DO PNUD PARA AMÉRICA
                          LATINA E CARIBE EM VISITA AO BRASIL. FOTO: TIAGO ZENERO/PNUD BRASIL

Postagens populares

ONU Brasil

Portal IBRE

Governo de Goiás

São Paulo