As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders

As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders
A América do Sul ganhou com a Floresta Amazônica e a Foz do Iguaçú

sexta-feira, setembro 30, 2016

Nudez caminha em defesa à preservação do Cerrado no Projeto “O Caminho do Cerrado”, da fotógrafa Melissa Maurer

Por Dinalva Heloiza

Há quase meio século, inúmeras vozes ecoam contra a contínua devastação do Cerrado, um dos maiores biomas da América Latina, mas essa segue ininterrupta, e com um poderio cada vez maior. Em 2001 visando preservar áreas de raríssimas belezas naturais daquela região a exemplo da Chapada dos Veadeiros e o Parque Nacional das Emas, a UNESCO fez o reconhecimento das mesmas como Sítios do Patrimônio Natural da Humanidade, garantindo a vital permanência dessas áreas para a manutenção da biodiversidade da região do Cerrado em flutuações climáticas futuras.

No mesmo paralelo, mas em luta milenar, a mulher sofre para se desvencilhar das armadilhas do velho e arcaico machismo, alguns avanços já ocorreram, mas muito ainda se tem por conquistar.

Mas, acredito fortemente em mudanças e quando chega o tempo delas acontecerem, o inesperado até vira rotina, e foi justamente esse insight que me alcançou quando pousei meus olhos no incrível projeto da fotógrafa Mel Melissa Maurer, em “O Caminho do Cerrado”.


Ética da Informação, a construção da paz nas mentes de homens e mulheres

A Construção da paz nas mentes de homens e mulheres


Os princípios éticos voltados às sociedades do conhecimento derivam da Declaração Universal dos Direitos Humanos que incluem o direito à liberdade de expressão, o acesso universal à informação, particularmente aquela que está no domínio público, o direito à educação, o direito à privacidade e o direito à participação na vida cultural. O debate internacional sobre a ética da informação ("infoethics") aborda os aspectos éticos, legais e sociais das aplicações das tecnologias de informação e comunicação (TIC).

quinta-feira, setembro 29, 2016

Doutora Cristina: a serviço da comunidade goianiense.


A vereadora doutora Cristina (PSDB) busca um novo mandato em Goiânia, para seguir na luta por uma cidade mais justa e com qualidade de vida.

Drª Cristina Lopes, vereadora em exercício por Goiânia, e candidata à reeleição em 2016. 

Desde 2012, quando foi eleita, trabalha intensamente para garantir que o dinheiro público seja revertido em serviços eficientes e acessíveis a todos. 

Durante todo o seu primeiro mandato, Cristina promoveu políticas públicas justas e ações efetivas em atendimento às demandas de toda a sociedade goianiense. O compromisso público, pautado com ética, é o grande destaque da atuação legislativa de Cristina Lopes, junto as principais comissões da Câmara Municipal de Goiânia, são elas:  

Drª Cristina Lopes

- Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania.
- Vice-presidente da Comissão de Constituição e Justiça.
- Membro das Comissões Mista, de Saúde, Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia.

quarta-feira, setembro 28, 2016

Conheça o Perfil e a Plataforma Política para as Eleições de 2016 - Candidata à Vereadora por Hidrolândia M. Emília Machado - 25.551


Plataforma Política para as Eleições de 2016, em Hidrolândia, Candidata à Vereadora a M. Emília Machado - 25.551



Perfil - M. Emília Machado

Sou advogada, agropecuarista da região de Santa Maria, distrito de Hidrolândia. De família tradicional, filha de Dr. Emílio Machado, neta de Epaminondas Machado, filha da terra, tenho amor pela cidade a qual pretendo servir e trabalhar em benefício à esta população. Sou candidata a Vereadora pela cidade de Hidrolândia, e venho pedir o seu apoio através do seu voto, em seguida apresento algumas de nossas propostas políticas.

segunda-feira, setembro 26, 2016

Conheça a Plataforma Política e o Perfil do Candidato à Vereador por Goiânia, Rener Bilac


Perfil



Rener Bueno Marinho Bilac nasceu em 13 de dezembro de 1962, na cidade de Goiânia, Goiás. Muito antes de pensar em entrar para a vida política, o hoje pré-candidato a vereador pelo Partido Verde (PV), já se preocupava com o social. Formado em direito pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás, em 1985, por mais de 30 anos Rener atuou como defensor público em Goiânia.
               
Durante sua carreira jurídica, o pré-candidato atendeu mais de 20 mil pessoas, todas de regiões carentes da capital goiana. “Atuei nos setores Oeste, Vila Mutirão, Jardim Curitiba, Parque Ateneu e mais. Conheço os anseios da população e, agora, sinto que é o momento de ajudar de outras formas as pessoas”, afirma o jurista.

quinta-feira, setembro 22, 2016

ONU Mulheres e parceiros lançam hoje (23) plataforma digital para igualdade de gênero nas eleições de 2016

Dinalva Heloiza



A “Cidade 50-50” é uma ferramenta para que se possa exigir políticas por municípios mais inclusivos e paritários. Esta Plataforma foi desenvolvida em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Instituto Patrícia Galvão e o Grupo de Pesquisa sobre Democracia e Desigualdades da Universidade de Brasília (Demodê/UnB). Neste contexto a ONU Mulheres e parceiros lançam hoje, as 10 hs da manhã na Casa das Nações Unidas no Brasil, no Complexo Sérgio Vieira de Melo, Setor de Embaixadas Norte,  uma Plataforma Digital para a Igualdade de Gênero, com foco nas eleições de 2016, onde candidatas e candidatos, eleitoras e eleitores, poderão interagirem entre-si, mediante as propostas que atendam a essa sinergia de compromissos, entre políticos e sociedade brasileira. Acesse o link: Cidade50.50




Uma sociedade só pode ser chamada de democrática com participação igualitária entre homens e mulheres. Com o objetivo de trazer este princípio para as eleições municipais de outubro deste ano, ONU Mulheres, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Instituto Patrícia Galvão e o Grupo de Pesquisa sobre Democracia e Desigualdades da Universidade de Brasília (Demodê/UnB) lançam no dia 23 de setembro, às 10h, na Casa da ONU, em Brasília, a plataforma online “Cidade 50-50: Todas e Todos pela Igualdade”.

OMS - Organização Mundial de Saúde, eleva para seis meses período de sexo seguro para evitar zika

Em Comunicado a Organização Mundial da Saúde, recomenda maior atenção, o que vale para homens e mulheres ao retornarem de zonas de risco. Órgão pede que pessoas em áreas de transmissão ativa do vírus sejam aconselhadas sobre a utilização de preventivos e o uso de anticoncepcionais.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou, de oito semanas para seis meses o período em que as pessoas que retornam de um país onde existe o risco de transmissão do vírus zika devem praticar o sexo seguro, evitando assim o contágio.

Aspectos que norteiam a Reforma do Ensino Médio, proposta pelo governo Michel Temer

Um Projeto proposto por Michel Temer estipula a flexibilização da grade curricular com aumento da carga horária, além de autorizar contratação de professores sem diploma específico.



O presidente Michel Temer  anunciou nesta quinta-feira (22/09) o projeto de reformulação do ensino médio. A proposta reduz o conteúdo obrigatório, flexibiliza a grade curricular e incentiva o ensino integral.

Postagens populares

ONU Brasil

Portal IBRE

Governo de Goiás

São Paulo