As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders

As 7 Maravilhas da Natureza eleitas pela New7Wonders
A América do Sul ganhou com a Floresta Amazônica e a Foz do Iguaçú

quarta-feira, abril 25, 2012

ONU


OMS mobiliza mais de 180 países na primeira Semana Mundial de Imunização


Share



OMS mobiliza mais de 180 países na primeira Semana Mundial de Imunização (WHO/Sergei Deshevoi)A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) participa, de amanhã (21/04) até o próximo sábado (28/04), da décima Semana de Vacinação nas Américas, marcada pela campanha “Por você, por mim, por todos: Vacine-se”. A expectativa é que sejam vacinadas 44 milhões de pessoas em 45 países e territórios. Pela primeira vez, a Organização Mundial da Saúde promoverá também a Semana Mundial de Imunização, mobilizando mais de 180 nações com a iniciativa “Proteja seu mundo: Vacine-se”.
A vacinação no continente americano será contra poliomielite, rubéola e síndrome de rubéola congênita, sarampo, difiteria, caxumba, coqueluche, tétano neonatal, gripe e febre amarela, entre outras doenças. A região utiliza vacinas previamente avaliadas pela OPAS para garantir qualidade e segurança.
“A Semana de Vacinação nas Américas é um marco extraordinário que permitiu um avanço substancial da imunização na região”, afirma a Diretora da OPAS, Mirta Roses Periago. “Agora todo o mundo vai se reunir neste esforço para ampliar e proteger os ganhos alcançados com a vacinação.”
A imunização é uma das medidas de saúde mais bem sucedidas e pode evitar até três milhões de mortes por ano. Os países da América têm liderado a eliminação ou redução de doenças previníveis por vacina. A região foi a primeira a erradicar a varíola (1971) e a poliomielite (1991). O último caso endêmico de sarampo foi registrado em 2002 e o último caso endêmico de rubéola em 2009.
Doenças como difteria, tétano e coqueluche foram reduzidas significativamente por meio da vacinação, que chega a 93% entre as crianças com menos de um ano de idade. Entretanto, muitas crianças no continente ainda não completaram seus ciclos de vacinação e as populações localizadas em áreas de difícil acesso continuam com baixas taxas de imunização.
Publicado originalmente em UNICRio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente essa Postagem

Postagens populares

ONU Brasil

Portal IBRE

Governo de Goiás

São Paulo